Skip to content

Metal: a fonte da juventude

setembro 25, 2009

Digo que estou “pagando minha língua” com o heavy metal. Sempre tive um preconceito enorme, não pelo estilo musical, mas sim pelos metaleiros. Eu tinha medo de me tornar um deles, porque a maioria dos metaleiros odeiam outros estilos de rock que não sejam o metal…e aí não vale um sinfônico qualquer. E eu desde sempre gostei de hard rock, mas não queria abrir mão do streetpunk, do gothic, do rockabilly, do grunge, do classic… Enfim, já ouvi todos os estilos do rock até esvaziá-los. Aliás, até hoje tenho uma enorme influência do gótico e do punk no meu estilo, não do heavy metal ou hard rock. Comecei a ouvir o heavy metal porque enjoei de tudo…E olha, descobri excelentes bandas. Ouvi folk metal, viking metal, trash metal, industrial, sinfônico, power, heavy, glam speed…Me identifiquei especialmente com as bandas NWOBHM, como o Saxon que trazem um imaginário fortemente ligado à vivência com as motocicletas, o couro e o brim…Me identifiquei com esse som heróico e completamente fundamentado. Como eu acreditava que seria, outras bandas idolatradas da mesma geração não me chamaram tanta atenção, o Iron Maiden por exemplo. Me apaixonei pelos primórdios do metal e do heavy metal dos anos 70 e 80, e posso dizer que isso me mudou. Se o hard rock tinha definido minha adolescência, assim como o punk e o gótico, o heavy metal definiu minha fase adulta. Posso dizer que deixei as bandas “infantis” para trás. E o metal atual já não é tão bom. E aí iriam me perguntar onde eu estava em 1979 quando a represa começou a romper? Nem na barriga da minha mãe…Nasci em pleno 1983, quando o melhor da música já havia passado. Ronnie Van Zant do Lynyrd havia morrido no acidente aéreo com a melhor parte da banda, Coverdale estava no Whitesnake e Ozzy seguia sua carreira solo. E eu nunca pude presenciar um show do Led Zeppelin como o idealizado na minha cabeça em “The songs remains the same”, quando Robert Plant estava no melhor da sua forma. Posso dizer que todos os grandes vocalistas que admiro já estão na terceira idade. Mas a música não morre, ela permanece. Jovem e atual.
Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Espaços Narrativos

memórias absorvidas por espaços, propagadas por pessoas

jimgoforthhorrorauthor

Horror author. Extreme metal fanatic. Husband. Father.

Não Sou Exposição

Questionamentos sobre imagem corporal, amor próprio, saúde e comida.

vamosparalondres

um autoguia para a minha viagem à capital britânica

A Virgem Boêmia

Entre palavras e cervejas

Dully Pepper24H

Arte pelo Amor, Arte pelo Mundo, Arte pela Paz!

REQUADRO

Just another WordPress.com site

Supernova de Estilos

Um espaço para arte, moda, música, textos e tudo o que for interessante e novo (ou vintage)!

blog da Revista Espaço Acadêmico

Revista Espaço Acadêmico, ISSN 1519-6186 – ANO XVII - Mensal. Conselho Editorial: Ana Patrícia Pires Nalesso, Angelo Priori, Antonio Ozaí da Silva, Carlos Serra, Eliel Machado, Elisa Zwick, Eva Paulino Bueno, Henrique Rattner (in memoriam), Josimar Priori, Luiz Alberto Vianna Moniz Bandeira, Marcelo Gruman, Paulo Cunha, Raymundo de Lima, Renato Nunes Bittencourt, Roberto Barbato Jr., Rogério Cunha de Castro, Rosângela Praxedes e Walter Praxedes. Editor: Antonio Ozaí da Silva

palavrasecoisas.wordpress.com/

Comunicação, Subculturas. Redes Sociais. Música Digital. Sci-fi

Felinne Criações

Bastidores dos trabalhos, projetos, e vida Felinne ;)

Drunkwookieblog

Porque esperar pelo G.R.R Martin não dá

Lembrar ou Esquecer?

Depois de um tempo...

A CASA DE VIDRO.COM

Portal Cultural & Livraria Virtual. Plugando consciências no amplificador! Um projeto de Eduardo Carli de Moraes.

%d blogueiros gostam disto: