Skip to content

Faz pensar

outubro 14, 2009
Sobre o empenho às causas sociais na música:

“Minha dedicação às (…) mudanças sociais (…) vai continuar até eu morrer”. (Joan Baez, 1993)

Prevendo com ironia a alienação crescente de quem produz música atualmente:

“Não sei nada de música. No meu ramo não é preciso”. (Elvis Presley, 1960)

Sobre o artista como incógnita:

“Não acho que seja fácil falar de mim. tenho uma mente muito irregular.” (Syd Barrett, 1971)

Sobre expressar sua opinião ao mundo, ainda que não queiram ouví-la:

“Eu queria ser ouvido”. (Jimi Hendrix, 1970)

Sobre a imagem idealizada do artista:

“É muito duro ter que corresponder a uma imagem.” (Elvis Presley, 1972)

Sobre o preconceito nos E.U.A:

“No ensino médio, eu era o melhor da turma do trompete, mas os prêmios iam para os garotos de olhos azuis. Eu fiz minha cabeça para ser melhor do que qualquer branco no meu instrumento.” (Miles Davis, 1962)

Sobre a capacidade revolucionária dos jovens:

“A gente achava que podia mudar o mundo”. (Graham Nash, 2002)

Sobre a guerra do Vietnã:

“Este país é assustador para as gerações mais jovens, porque está em guerra.” (Ozzy Osbourne, 1972)

Sobre a música com significado:

“Eu gosto de conteúdo. Minhas músicas falam sobre alguma coisa.” (David Crosby, 2004)

Todos somos iguais diante de Deus:

“Não me inclino para lado do negro ou do branco, mas para o lado de Deus.” (Bob Marley, 1977)

Sobre a evolução da música:

“Quero apenas ir além…” (Angus Young, 1984)

Ainda sobre a evolução da música:

“Eu pensava que deveríamos estar fazendo música no mesmo nível que as sinfonias de Mahler, e não pop.” (Robert Smith, 2002)

Sobre manter as convicções depois da fama:

“O maior desafio…é manter-se fiel ao próprio idealismo depois de perder a inocência.” (Bruce Springteen, 2002)

Sobre a alieção diante de políticas opressivas que se fazem “democráticas”:

“A política econômica de Reagan nos fez acreditar que tudo corria bem…Todos estavam se divertindo sabe?” (Richie Sambora, 2002)

Sobre o repertório do artista:

“Não sei de onde saíam todas aquelas músicas…sei que ele gostava muito de Quadrophenia.” (Jeff Ament sobre Eddie Vedder, 1993)

Amálgama da Arte:

“Nasci na época errada. Não preciso ouvir as músicas atuais. Acho que nenhum de nós é tão bom como outros músicos já foram.” (Jay Kay, 2001)

Resto do Post

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Espaços Narrativos

memórias absorvidas por espaços, propagadas por pessoas

jimgoforthhorrorauthor

Horror author. Extreme metal fanatic. Husband. Father.

Não Sou Exposição

Questionamentos sobre imagem corporal, amor próprio, saúde e comida.

vamosparalondres

um autoguia para a minha viagem à capital britânica

A Virgem Boêmia

Entre palavras e cervejas

Dully Pepper24H

Arte pelo Amor, Arte pelo Mundo, Arte pela Paz!

REQUADRO

Just another WordPress.com site

Supernova de Estilos

Um espaço para arte, moda, música, textos e tudo o que for interessante e novo (ou vintage)!

blog da Revista Espaço Acadêmico

Revista Espaço Acadêmico, ISSN 1519-6186 – ANO XVII - Mensal. Conselho Editorial: Ana Patrícia Pires Nalesso, Angelo Priori, Antonio Ozaí da Silva, Carlos Serra, Eliel Machado, Elisa Zwick, Eva Paulino Bueno, Henrique Rattner (in memoriam), Josimar Priori, Luiz Alberto Vianna Moniz Bandeira, Marcelo Gruman, Paulo Cunha, Raymundo de Lima, Renato Nunes Bittencourt, Roberto Barbato Jr., Rogério Cunha de Castro, Rosângela Praxedes e Walter Praxedes. Editor: Antonio Ozaí da Silva

palavrasecoisas.wordpress.com/

Comunicação, Subculturas. Redes Sociais. Música Digital. Sci-fi

Felinne Criações

Bastidores dos trabalhos, projetos, e vida Felinne ;)

Drunkwookieblog

Porque esperar pelo G.R.R Martin não dá

Lembrar ou Esquecer?

Depois de um tempo...

A CASA DE VIDRO.COM

Portal Cultural & Livraria Virtual. Plugando consciências no amplificador! Um projeto de Eduardo Carli de Moraes.

%d blogueiros gostam disto: