Skip to content

Brian Jones em Stoned

novembro 7, 2009


Brian Jones, vê-se que o moço era fã do dandismo, uma espécie de Byron moderno. Como todo bom inglês é.

Há mais ou menos uns dois anos atrás eu vi um filme chamado Stoned


Estamos acostumados a ver Mick Jagger como verdadeiro frontman da banda Rolling Stones, mas o que me motivou em ver o filme é que além do óbvio de ser fã da banda, o filme traz a história do fundador Brian Jones. E do fato de ele ter morrido em uma piscina em causas misteriosas. No filme, a tese de que Jones foi assassinado por um construtor que reformava sua casa. O motivo era o fato de Jones dever dinheiro ao contrutor Frank Thorogood. Se for verdade não saberemos, porque Frank morreu em 1993. Se a maldição dos 27 anos de Jimi Hendrix, Janis Joplin e Jim Morrison pegasse, Brian Jones formaria o quadrado perfeito. Brian morreu jovem, era excêntrico, uma tremenda figura, tocava muito bem, possuía uma formação clássica na base do piano… E temos que reconhecer que Jones competia com as personalidades fortes do resto do grupo. E claro sobressaía todas elas.

Um dos méritos do filme é o figurino preciso e exatamente igual aos usados pelos Stones. Principalmente o figurino de Brian Jones. É de babar a parte que ele veste uma pele semelhante à de um leão e vaga pelo jardim como um alucinado. Sim, Jones vivia a vida loca. Hoje em dia duvido que algum roqueiro teria a coragem de se vestir como ele. Hoje os caras são umas crianças que formam uma banda e no dia seguinte já não existe mais. Os Rolling Stones estão aí até hoje, em grande forma. Passaram por períodos conturbados com drogas (sempre elas) exercendo o domínio sobre a racionalidade, como no caso de Keith Richards. Mas superaram isso.

Outra coisa a ser observada no filme é o famoso caso com a groupie Anita Pallenberg, modelo, atriz e produtora cultural. A moça possuía um magnetismo invejável,  uma formação cultural ampla, além de ser linda. Reza a lenda que Anita era louca para conhecer os Rolling Stones. Keith Richards e Mick Jagger logo demonstraram intresse, mas foi só Brian Jones entrar na sala em que Anita estava presente que não teve chance para  mais ninguém. A moça ficou impressionada com a figura atraente de Brian Jones, vestindo branco e lançando olhares faíscantes. Brian também ficou encantado com Anita e logo começaram um namoro sério, que é abordado no filme Stoned. Em determinado momento a moça disse que se os dois fossem casar, seria logo, ou então não casariam. Brian desconversou dizendo que Anitta era o primeiro caso sério que teve, porém descartava o casamento. Posteriormente a moça casou-se com Keith Richards e teve um caso com Mick,  porém Brian era o homem mais importante da vida de Anita.

Anitta e Brian  Jones

 


Para matar saudade de Jones, vale a pena ver Rock’n’roll Circus, uma excentricidade da banda vestida como se fizessem parte de um circo. Cada participante se apresentava como se fizesse um número de circo. Convidados de peso como Jethro Tull e The Who fazem parte do espetáculo. O que seria de Mick Jagger se Brian Jones ainda estivesse vivo?

Rock’n’roll Circus

 



Resto do Post

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Espaços Narrativos

memórias absorvidas por espaços, propagadas por pessoas

jimgoforthhorrorauthor

Horror author. Extreme metal fanatic. Husband. Father.

Não Sou Exposição

Questionamentos sobre imagem corporal, amor próprio, saúde e comida.

vamosparalondres

um autoguia para a minha viagem à capital britânica

A Virgem Boêmia

Entre palavras e cervejas

Dully Pepper24H

Arte pelo Amor, Arte pelo Mundo, Arte pela Paz!

REQUADRO

Just another WordPress.com site

Supernova de Estilos

Um espaço para arte, moda, música, textos e tudo o que for interessante e novo (ou vintage)!

blog da Revista Espaço Acadêmico

Revista Espaço Acadêmico, ISSN 1519-6186 – ANO XVII - Mensal. Conselho Editorial: Ana Patrícia Pires Nalesso, Angelo Priori, Antonio Ozaí da Silva, Carlos Serra, Eliel Machado, Elisa Zwick, Eva Paulino Bueno, Henrique Rattner (in memoriam), Josimar Priori, Luiz Alberto Vianna Moniz Bandeira, Marcelo Gruman, Paulo Cunha, Raymundo de Lima, Renato Nunes Bittencourt, Roberto Barbato Jr., Rogério Cunha de Castro, Rosângela Praxedes e Walter Praxedes. Editor: Antonio Ozaí da Silva

palavrasecoisas.wordpress.com/

Comunicação, Subculturas. Redes Sociais. Música Digital. Sci-fi

Felinne Criações

Bastidores dos trabalhos, projetos, e vida Felinne ;)

Drunkwookieblog

Porque esperar pelo G.R.R Martin não dá

Lembrar ou Esquecer?

Depois de um tempo...

A CASA DE VIDRO.COM

Portal Cultural & Livraria Virtual. Plugando consciências no amplificador! Um projeto de Eduardo Carli de Moraes.

%d blogueiros gostam disto: