Skip to content

Steampunk: Abney Park e Rasputina

dezembro 24, 2009

Quem me conhece sabe que meus interesses não se resumem a Idade Média, vampiros, mitologia celta e nórdica… esses são meus objetos de estudo e alegria. Eu também olho para o futuro, e para o futuro e o passado ao mesmo tempo. Cyberpunk e Steampunk sacodem a cabeça, nos colocam para pensar. Todo mundo sabe que o principal objetivo desse blog é o rock e não costumo entrar em assuntos didáticos aqui. Sou professora e aluna na maior parte do tempo e esse blog é minha diversão. Há pouco tempo atrás falava-se de R.P.G. Cyberpunk, literatura Cyberpunk, H.Q.s Cyberpunks, filmes Cyberpunks, músicas Cyberpunks…Mas ninguém falava do Steampunk, restando para alguns interessados no gênero procurarem em sites estrangeiros. Eis que aqui mesmo no blog, recebo um comentário em uma das postagens e fico sabendo sobre um site que não apenas homenageia mas discute o Steampunk de maneira muito séria. Além disso é uma fonte tanto para iniciados quanto para pessoas que se interessam pelo tema há algum tempo ( www.steampunk.com.br) E o melhor desse site é que é ele é brasileiro.

Steampunk é um subgênero de ficção ciêntifica tal como o Cyberpunk. A diferença é que as obras são ambientadas no passado, no qual o avanço da tecnologia ocorreu ainda no passado (antes do período histórico determinado). Esses avanços foram obtidos através de material existente na época. Imagine computadores de madeira…O Steampunk é ambientado na era vitoriana (1837 – 1901). “De volta para o futuro III” e “Van Helsing” são exemplos de filmes steampunks. O avanço da Revolução Industrial, com motores a vapor possui grande ênfase no Steampunk. Mas os cenários estão mudando um pouco e alguns estendem o Steampunk a cenários medievais. A fantasia é importante para o steampunk, absorvendo influências do escritor H.P. Lovecraft, elementos góticos e ciências ocultas.

Alguns adereços steampunks

Mas o que há de novo no Steampunk, falando de vestuário e música? Duas bandas dividem muito minha atenção e tem servido de inpiração para os frequentadores de clubes góticos: Rasputina e Abney Park. A primeira faz rock e a segunda traz elementos do rock/Industrial e eletrônica. A segunda se intitula bada Steampunk. Só para vocês saberem as duas se encaixam no que chamam de música gótica. Se o gótico Cyberpunk vai usar cores como o preto e o cinza, os stempunks usam cores que lembram o período vitoriano como o sépia, bege e marrom. Também há uma diferença entre o Cyber e o Steam quanto a reprodução do Romantismo característico de cada estilo. Se o Cyber é futurista e muitas vezes limpo (vide visual do pessoal do filme Matrix), o Steam traz as lembranças históricas, o envelhecimento e as memórias da era vitoriana. No caso do Cyber, uma constatação real da realidade traz visuais sujos e mais punks (como em Blade Runner). Notaram que em Matrix, quando Neo e sua turma estão fora da Matrix e dentro da realidade eles usam roupas próximas do esfarrapado e muito simples? Talvez vocês tenham visto Mad Max e Waterworld e apesar de detonarem muito os filmes eu acho que estão próximos da estética Steampunk. ESTÉTICA, que fique bem claro. E não a filosófica, mas a visual.

Waterworld

Mad Max


As bandas Rasputina e Abney Park absorvem bastante das influências steampunk tanto filosóficas quanto visuais. E há até quem produza roupas especializadas para essas bandas e para os empolgados.

Rasputina

Abney Park

Resto do Post

Anúncios
One Comment leave one →
  1. novembro 19, 2010 10:19 am

    Olá, sou Tatiana Ruiz do Conselho Steampunk loja SP e em meio a uma pesquisa acabei encontrando seu site. Gostei bastante, queria dar os parabéns pelas matérias, fotos, enfim, tudo.

    Eu vi que gosta de Steampunk (algumas matérias sobre o assunto rs) E gostaria de saber se já conhece ou ouviu falar do Conselho. Nós somos um grupo que gosta muito de Steampunk e resolvemos nos unir para encontrar mais fãs e fazer picnics, encontros literários, enfim, toda gama de eventos onde pudessemos nos reunir e conversar sobre o assunto. Temos várias lojas (sim, o pessoal colocou essa denominação como uma espécie de brincadeira por causa das lojas maçônicas, seitas secretas…) espalhadas pelo Brasil, sendo assim mais fácil de as pessoas se reunirem seja de onde forem.

    O site do Conselho a nivel nacional é http://www.steampunk.com.br para o caso de se interessar em nos fazer uma visita^^
    Nele você poderá encontrar os sites das lojas e ver qual é mais próxima para você.

    Beijos e novamente parabéns pelas postagens,

    Tatiana Ruiz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Espaços Narrativos

memórias absorvidas por espaços, propagadas por pessoas

jimgoforthhorrorauthor

Horror author. Extreme metal fanatic. Husband. Father.

Não Sou Exposição

Questionamentos sobre imagem corporal, amor próprio, saúde e comida.

vamosparalondres

um autoguia para a minha viagem à capital britânica

A Virgem Boêmia

Entre palavras e cervejas

Dully Pepper24H

Arte pelo Amor, Arte pelo Mundo, Arte pela Paz!

REQUADRO

Just another WordPress.com site

Supernova de Estilos

Um espaço para arte, moda, música, textos e tudo o que for interessante e novo (ou vintage)!

blog da Revista Espaço Acadêmico

Revista Espaço Acadêmico, ISSN 1519-6186 – ANO XVII - Mensal. Conselho Editorial: Ana Patrícia Pires Nalesso, Angelo Priori, Antonio Ozaí da Silva, Carlos Serra, Eliel Machado, Elisa Zwick, Eva Paulino Bueno, Henrique Rattner (in memoriam), Josimar Priori, Luiz Alberto Vianna Moniz Bandeira, Marcelo Gruman, Paulo Cunha, Raymundo de Lima, Renato Nunes Bittencourt, Roberto Barbato Jr., Rogério Cunha de Castro, Rosângela Praxedes e Walter Praxedes. Editor: Antonio Ozaí da Silva

palavrasecoisas.wordpress.com/

Comunicação, Subculturas. Redes Sociais. Música Digital. Sci-fi

Felinne Criações

Bastidores dos trabalhos, projetos, e vida Felinne ;)

Drunkwookieblog

Porque esperar pelo G.R.R Martin não dá

Lembrar ou Esquecer?

Depois de um tempo...

A CASA DE VIDRO.COM

Portal Cultural & Livraria Virtual. Plugando consciências no amplificador! Um projeto de Eduardo Carli de Moraes.

%d blogueiros gostam disto: