Skip to content

Estilo kinderwhore

junho 13, 2010

Ainda adolescente, me deparei com o estilo e a voz  de Courtney Love na banda Hole.  Courtney me chamou atenção pelo cabelo descolorido, o batom vermelho (que na época eu não tinha coragem de usar), a  voz rouca e os belos vestidos, que na maioria das vezes ela usava com sapatos boneca e meias. Acredito que seja de conhecimento comum o fato de Courtney e boa parte do grunge de bandas como Babes in Toyland e 7 Year Bitch,  basear-se no kinderwhore, um outro lado do estilo lolita.  Dizem que foi Courtney que começou a onda kinderwhore.

Gothic lolita

Courtney atualmente e um desfile baseado no gothic lolita


O estilo aparentemente parece ter origem no perky goth de bandas como Switchblade Symphony e no próprio estilo lolita. Courtney nunca escondeu sua influência lolita, declarando que gostava dessa maneira de vestir-se.  Mais tarde foi lançado um mangá inspirado em Courtney, “Princess Ai”:



Switchblade Symphony

Courtney Love, ainda no Hole



O kinderwhore é uma distorção das roupas infantis,  suas características são as meias rasgadas, vestidos tipo baby doll, maquiagem pesada, sapatos boneca ou botas pesadas. Muitas vezes as roupas são desgastadas, rasgadas bem ao estilo punk e das bandas grunge.

Não é difícil ter um visual kinderwhore, basta tentar procurar em brechós e até bazares de caridade. Provavelmente você achará vestidos baby doll ( a principal característica é ser acima do joelho ou na linha do joelho), em cores claras ou escuras, laços e rendas. O uso de meias também é importante, especialmente as rasgadas, de cores como cinza, branco ou preto.  Arrastão também pode ser usada. Padronagens infantis também são boas, tomando cuidado para manter o ar decadente do visual.


 



Sapatos boneca de cores variadas  são uma característica importante, uma vez que lembram o universo infantil. Botas pesadas no estilo coturno ou motociclista também são uma boa escolha. Em brechós é possível escolher uma infinidade de botas nesse estilo por um preço acessível, mas se quiser comprar um coturno terá que gastar um pouco mais. Mas é uma peça durável, vale muito a pena porque combina com tudo.

Polyvore com elementos do estilo


A maquiagem é o ponto de equilíbrio entre o infantil e o adulto, por isso  é pesada.  É interessante usar sombras escuras, delineadores para os olhos ou lápis para os olhos, batons fortes como um pink ou vermelho e blush, sempre com uma pele impecável para dar um efeito boneca. Mas uma boneca mais dramática… Porém, cuidado com os excessos, não use toda a maquiagem junta. Os olhos suavemente borrados, assim como o batom nos lábios são outra característica do kinderwhore. As bochechas rosadas através do uso do blush também lembram o universo infantil.



Quanto aos cabelos,  são usados cacheados ou de maneira mais natural possível.  Penteados como rabos de cavalos e tranças também podem ser usados. Como acessórios são usados tic-tacs, fitas, coroinhas e faixas.


Love kinderwhore!!!

5 Comentários leave one →
  1. junho 20, 2010 1:14 pm

    Eu acho que vou ser eternamente apaixonada pelo guarda-roupa da Courtney Love.

    Helena, querida, tem um selo para você lá no Sombria Elegância, viu?

  2. junho 27, 2010 8:31 pm

    Eu me lembo da época grunge.
    Courtney realmente era a que mais usava esse estilo. E ainda usa!
    O grunge feminino era um estilo bem curioso, misturava infantilidade, lingeries super femininas e às vezes um toque masculino.
    Muito legal!

  3. julho 19, 2010 12:56 pm

    Olá querida, bonjour!

    passando aqui para retribuir sua visita no meu blog. obrigad apor seguir. Gosto dessa coisa medieval tb.

    bjinhos

    Au revoir!

  4. Tacila permalink
    março 10, 2013 4:15 pm

    ai o stile kinderwhore é muito incrivel
    eu amooooo demais, courtney? para sempre diva!
    vou tentar ser mais kinderwhore depois de tudo que eu li aqui hj!
    Helena muito obrigado por abrir os olhos de garotas que leem seu blog, com esse ato maravilhoso, mostrando o que é KINDERWHORE, voce faz as garotas hoje me dia nao carem no stile funk bitch, entende?
    beijos
    Lyla Cobain

    • abril 26, 2013 9:45 pm

      É Lyla.🙂 O kinderwhore é sexy, mas nunca vulgar. Fiquei feliz em ler seu comentário e poder ajudar garotas como você. Aproveite o kinderwhore, Courtney é a maior inspiração. Beijos!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Espaços Narrativos

memórias absorvidas por espaços, propagadas por pessoas

jimgoforthhorrorauthor

Horror author. Extreme metal fanatic. Husband. Father.

Não Sou Exposição

Questionamentos sobre imagem corporal, amor próprio, saúde e comida.

vamosparalondres

um autoguia para a minha viagem à capital britânica

A Virgem Boêmia

Entre palavras e cervejas

Dully Pepper24H

Arte pelo Amor, Arte pelo Mundo, Arte pela Paz!

REQUADRO

Just another WordPress.com site

Supernova de Estilos

Um espaço para arte, moda, música, textos e tudo o que for interessante e novo (ou vintage)!

blog da Revista Espaço Acadêmico

Revista Espaço Acadêmico, ISSN 1519-6186 – ANO XVI - Mensal. Conselho Editorial: Ana Patrícia Pires Nalesso, Angelo Priori, Antonio Mendes da Silva Filho, Antonio Ozaí da Silva, Eva Paulino Bueno, Henrique Rattner (in memoriam), João dos Santos Filho, Luiz Alberto Vianna Moniz Bandeira, Raymundo de Lima, Renato Nunes Bittencourt, Ricardo Albuquerque, Rosângela Rosa Praxedes e Walter Praxedes. Editor: Antonio Ozaí da Silva

palavrasecoisas.wordpress.com/

Comunicação, Subculturas. Redes Sociais. Música Digital. Sci-fi

Felinne Criações

Bastidores dos trabalhos, projetos, e vida Felinne ;)

Drunkwookieblog

Porque esperar pelo G.R.R Martin não dá

Lembrar ou Esquecer?

Depois de um tempo...

A CASA DE VIDRO.COM

Portal Cultural & Livraria Virtual. Plugando consciências no amplificador! Um projeto de Eduardo Carli de Moraes.

%d blogueiros gostam disto: