Skip to content

O estilo de Glenn Danzig

maio 27, 2012

Eu sou fã de Glenn Danzig, primeiro pelo Misfits que com sua boa sacada horror punk, abriu caminho para muita gente boa que faz deathrock, horror punk ou incorpora seus elementos, como o ótimo Rob Zombie e o Gótico Industrial. E o Rob Zombie seguiu a lição direitinho, porque o Glenn Danzig também é fã de quadrinhos e possui uma editora só para esse gênero. Glenn criou sua própria editora de quadrinhos porque achava os outros tipos de super-heróis muito comuns.  Glenn é dos meus: estudou Artes na Tisch School of the Arts  e no Instituto de fotografia de Nova Iorque.

Eu adoro o Misfits porque é  punk, mas também possui metal dentro do gênero. Sem falar que os integrantes adicionaram muito ao gênero horror punk, principalmente por causa da mente criativa de Glenn que é fã de filmes de terror, gatos, erotismo, Marilyn Monroe, fetichismo, halloween e mais uma infinidade coisas. Possui uma coleção de livros sobre psicopatas e assassinatos famosos (essa eu gostaria de conferir). De fato todas essas coisas coadunam com a proposta do polêmico Glenn Danzig.

Glenn Danzig e uma das coisas que mais gosta, gatos

Após os Misfits Glenn fundou uma banda que era um projeto paralelo, Samhain. Mais tarde a banda foi batizada com seu nome (na real, seu sobrenome é Anzalone), Danzig, que adivinha? É metal e hard rock, ele sempre teve essa inclinação mesmo, desde mais jovem, porém Misfits nasceu em uma época importante para cena punk mundial. Aí é claro, virei fã de Danzig e estou ouvindo muito a banda atualmente.

Eu quero envelhecer como Glenn Danzig, que está mais em forma que nunca, ainda mais para os seus 56 anos (Ok, há uma barriguinha ali, mas para sua idade está ótimo). É inacreditável, dava para ser meu pai! Acho que isso é resultado de seus anos nas artes marciais e may thai (também na musculação) e do fato de ter largado as drogas tão cedo quanto pôde. Já pensou ir na academia e dar de cara com Glenn Danzig?! Pessoalmente eu acho bem legal quem é alternativo e tem essa preocupação com o corpo. Ele aprendeu muay thai e em 1992 começo a estudar artes marciais com o renomado Jeet Kune Do.

Glenn Danzig já declarou que Black Sabbath e The Doors são uma de suas primeiras influências principais. Realmente Glenn tem muito da postura de Morrison, principalmente quando observamos seu jeito de cantar e sua voz, parecida com o timbre de Morrison. Também adicionou muito de rockabilly ao punk dos Misfits.

O Glenn usa muita roupa preta e couro mas mudou bastante desde o Misfits. Hoje em dia acho seu visual mais bonito, talvez porque eu aprecie visuais alternativos mais básicos, porém diferentes. Também acho que o visual gothic metal combina mais com ele.

Na época dos Misfists, o Glenn usava o Devilock, que era um corte do tipo topete jogado para a frente do rosto, inventado por Glenn e Jerry Only. No início dos anos 80, os dois falaram em entrevista que o penteado foi criado tendo com base no “Tidal Wave”,  penteado visto nos skatistas nos anos 70. Na mesma entrevista Glenn disse que desenvolveu a versão observando o penteado de Eddie Munster. Nesse cabelo os lados e a parte de trás do cabelo são curtos, enquanto a parte da frente é alongada e penteada para frente. Há ainda a versão de que Glenn sempre foi fã do Elvis e essa seria a versão mais mórbida do topete rockabilly.

O Devilock nas cabeças dos integrantes do Misfits. Entre os rapazes, a apresentadora de filmes de terror, Vampira personagem de Maila Nurmi, que se apaixonou pela banda e os acompanhou em turnê.

O estilo de Glenn nos primeiros anos dos Misfits: havia muito de punk em seu estilo, como as caveiras e a estampa de esqueleto (ele foi um dos primeiros a usar):

Glenn Danzig ao lado do Henry Rollins do Black Flag: tricô rasgado (que os punks adotaram remendados por alfinetes de segurança).

Outra de Glenn quando jovem: visual romântico em renda com forte apelo gótico. Uma grande influência para o Batcave.

O estilo de Glenn no Danzig: gothic metal

Glenn e o estilo que o popularizou no Danzig: sem camisa, tattoos, couro, preto, as onipresentes luvas ( a terceira foto é atual) e fivela de cinto, pingente e outros acessórios com a logo do Danzig:

O cabelo mudou, mas o estilo de Glenn, ainda hoje é o mesmo:

Outra coisa marcante em Glenn são suas tattoos. Rick Spellman, tornou-se seu amigo e Glenn permaneceu fiel à amizade fazendo todas suas tattoos com ele.  Suas tattoos foram todas elaboradas a partir de sua vivência com a música.

Glenn e Rick

Estas incluem o logo do Danzig (que até 1987 chamava-se Samhain, quando incorpora mais elementos de metal), que foi desenhado pelo artista Michael Golden para a Marvel Comics. Um morcego com a cabeça de Crimson Ghost, símbolo dos Misfits. Glenn Danzig adora lobos, então fez uma cabeça de lobo com a inscrição “Blood Wolfs”, nome de uma música dos Misfits. Há também um esqueleto baseado na capa do álbum “November Coming Fire”, além de uma mulher demônio da arte do álbum “Unholy Passion”, uma personagem que faz parte de sua editora de quadrinhos Verotik.

O detalhe da mulher do álbum “Unholy Passion”, no canto direito da asa do morcego

Na parte inferior das costas,  homenageou a logo do mangá Devilman.

Sobre suas tattoos, Glenn em entrevista para a Prick Magazine, diz que são todos desenhos que representam fases de sua vida. Ele diz que na época em que fez suas tatuagens, poucas pessoas queriam uma e assim que parou de fazê-las várias pessoas correram para ter tattoos, muitas dos símbolos do Danzig e Misfits. Ele diz que elas (as tattoos) costumavam ser um símbolo de alguma coisa e agora tornaram-se mainstream:

” – Eu vejo um monte de pessoas fazendo tatuagens, posteriormente querem se livrar delas. Das tatuagens que tenho eu nunca vou me livrar. Eu não as fiz porque queria estar na MTV ou algum programa de tattoos ou coisa assim. Eu fiz porque isso é uma parte de mim.”

(Glenn Danzig)

O fetichista e sexy videoclipe de “She Rides” do Danzig

Mais fotos de Glenn Danzig em :

http://therealglenndanzig.tumblr.com

http://fuckyeahdanzig.tumblr.com/

26 Comentários leave one →
  1. PRICILA permalink
    junho 6, 2012 12:06 am

    Adoro o Glenn,e achei o màximo,tudo o que li.Um gde abraço.

    • junho 12, 2012 9:43 pm

      Que ótimo Pricila! Por você ser fã seu comentário tem um gosto ainda melhor, que bom que gostou do que eu falei sobre Glenn. Beijos!

  2. junho 13, 2012 3:06 pm

    Eu gosto destes artistas que são formados em arte e tem preocupação com o corpo porque a gente sabe que isso influencia na qualidade vocal e performance de palco. Mostra a preocupação do cara em dar o melhor de si pros fãs!
    E esse cabelo? Lendário!! A mistura de punk + terror, essa coisa das caveiras em estampas…Olha só uma das origens dark e rebelde das caveiras aí! Quem diria que as caveiras ficariam “suaves” nos dias de hoje…
    Eu sinto falta deste tipo de banda, banda com pessoas com idéias originais e que não fazem tattoos apenas pra ficar diferente. É difícil hoje eu encarar como Black Veil Brides e seus filhotes (já tem cópias dela!) como “originais”, elas soam completamente artificiais, uma mistura de diversas coisas já criadas. Puxa, ARTistas precisam criar, inovar!!
    Que graça a Maila Nurmi! =D
    bjs!

  3. Alyne permalink
    setembro 3, 2012 11:57 pm

    Nossa, não sabia metade do que li aí… Agora gosto ainda mais do Glenn :3
    Ótimo texto 🙂

  4. keith permalink
    novembro 5, 2012 3:30 am

    báh eu nunca me vi chorando tanto ,eu amo Glenn ,nossa eu ja me tornei tua fã.gostei muito doque eu li ali parabens ,Não sei por que mas quando eu li oque você escreveu sobre ele me bateu uma tristeza ai eu chorei =) mas é pura emoção.vlw

    • novembro 24, 2012 2:32 pm

      Oi Keith! “Virou minha fã”, nossa assim fico sem graça X). Obrigada por se emocionar ao ler o texto, fiz ele com carinho porque também sou fã do Glenn, adoro Danzig! Que bom que gostou, obrigada. Beijos! 🙂

  5. luis permalink
    novembro 9, 2012 6:57 pm

    muy buen blog!!!! saludos desde mexico!!!!!

  6. dezembro 30, 2012 3:44 pm

    Essa primeira bandinha de sucesso dele é uma bosta! com o Dazing ele virou homem, o verdadeiro filho do Deus Metal!
    A sua materia ficou boa, mas poderia falar das tretas que ele teve com o montley crue e uma treta com um gordao (esqueci de qual banda), que ele toma um PUTA SOCO NA CARA! kkk foi engraçado…

    flws

    • fevereiro 24, 2013 2:04 pm

      Junior, tenho que selecionar o assunto, não dá para escrever sobre tudo. Mas obrigada pela sua contribuição. Sobre o Misfits, acho que é legal também, mas é para um público mais direcionado, punk, rockabilly e psychobilly (principalmente). O metal tem mais fãs, então Glenn fez mais sucesso com o Danzig. Eu prefiro o Danzig, tem mais a ver com ele, mas a temática assustadora das músicas é mais ou menos a mesma.

  7. Manu Wolfgang permalink
    fevereiro 16, 2013 3:08 am

    Cara, adorei! Eu amo o Glenn também! *-* Sério, amei tudo que que você escreveu e todas as fotos… Parabéns!!!

  8. outubro 27, 2013 2:00 am

    Excelente matéria! Sou fã de Danzig e do seu estilo.

  9. Type O Positive permalink
    dezembro 20, 2013 5:17 am

    Sou fã das músicas do Glenn Danzig, mas como pessoa, acho ele muito arrogante, poderia ter deixado os caras fazerem o show deles e ganhar respeito ao invés de virar piada mundial na internet, o grandão do north side kings só deu um soco e 1 nocaute nele, nessas horas as lutas marciais vão por água abaixo. rs
    Mas como músico ele é genial, curto muito o sons dele.

    • dezembro 22, 2013 12:01 pm

      Infelizmente tem músicos que são geniais mas no aspecto emocional não sabem como se comportar. Legal seu comentário, a gente pode gostar de uma pessoa como artista, mas nunca cegamente. É bom saber reconhecer as atitudes erradas também.

  10. Alex permalink
    janeiro 18, 2014 11:03 pm

    Adorei tudo que você escreveu sobre o Misfits banda clássica que influenciou muita gente (inclusive o Metallica) basta ver nos videos antigos do Metallica o baixista Cliff Burton usando a camisa do Misfits, essa banda foi lendária na década de 80 nos Usa principalmente nos shows durante o Halloween, são originais e fizeram algo único sem contar que Glen Danzig possui uma voz poderosa e única uma mistura de Elvis com Jim morrison só que mais infernal rsrs meu sonho é um dia ver Glen , Jerry e Doyle juntos novamente mas acho que isso é Impossivel rsrs, seria um sonho !Abraços e Obrigado pelo texto.

    • janeiro 26, 2014 11:24 pm

      Verdade Alex, Misfits influenciou muita gente e só agora colhe os frutos merecidos de seu trabalho. Cliff Burton sabe o valor da banda desde os 80, engraçado que acho também uma boa fase do Metallica. Hoje em dia eles continuam bons (mesmo porque a banda é um clássico), mas estão muito mais palatáveis em termos de Indústria Musical. Concordo contigo, Glenn é uma das vozes mais poderosas do rock. Quanto a vê-los (Misfits) juntos novamente…quem sabe?! Obrigada você pelo comentário e prestigiar o texto. 🙂

      • cristhyan permalink
        agosto 8, 2014 1:39 am

        Material muito interessante helena, muita coisa ai que eu não sabia, sou um grande fã de glenn. Parabéns. (cuidado com o graves)

  11. abril 24, 2014 10:58 am

    Eu nunca ouvi falar de seu blog antes, e conheci por causa de Glenn (esse lindo)
    Vim elogiar a matéria e todo o resto. Tem bastante informação de muita coisa (definitivamente não sei elogiar/falar/digitar, desculpa) mas o que eu quero dizer que é muito bom

  12. Claudio Codeco permalink
    outubro 2, 2014 5:13 am

    Glenn Danzig é um tipo de Rei Midas do rock ! Gostei muito desse blog parabéns !!!!

  13. Claudio Codeco permalink
    outubro 2, 2014 5:27 am

    Essa coisa chamada North Side Kings ia abrir o show para o Danzig, mas, por conta de um atraso no cronograma original, a hora do Danzig subir ao palco chegou antes que o North Side Kings (e também outra banda, o Rapid Fire) pudessem tocar. Aí, eram duas opções: ou Danzig atrasava o show dele e fechava a noite… ou ele tocava antes e as outras bandas correriam o risco de não ter público depois que a banda principal terminasse seu show. O Danzig decidiu pela segunda opção e o que aconteceu foi justamente o que se esperava. Todo mundo foi embora e isso matou o show das duas bandas menos conhecidas. Foi então que Marianinho foi tentar tirar satisfações com o próprio Glenn enquanto este assinava autógrafos para os fãs. No meio disso, Glenn ficou furioso, xingou o cara e partiu pra cima dele e no final acabou nocauteado

  14. Marlon Horror permalink
    maio 26, 2015 7:56 pm

    Belo site! Muito interessante ver as múltiplas facetas do Danzig.

  15. julho 19, 2015 2:17 am

    Gracias 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Espaços Narrativos

memórias absorvidas por espaços, propagadas por pessoas

jimgoforthhorrorauthor

Horror author. Extreme metal fanatic. Husband. Father.

Não Sou Exposição

Questionamentos sobre imagem corporal, amor próprio, saúde e comida.

vamosparalondres

um autoguia para a minha viagem à capital britânica

A Virgem Boêmia

Entre palavras e cervejas

Dully Pepper24H

Arte pelo Amor, Arte pelo Mundo, Arte pela Paz!

REQUADRO

Just another WordPress.com site

Supernova de Estilos

Um espaço para arte, moda, música, textos e tudo o que for interessante e novo (ou vintage)!

blog da Revista Espaço Acadêmico

Revista Espaço Acadêmico, ISSN 1519-6186 – ANO XVII - Mensal. Conselho Editorial: Ana Patrícia Pires Nalesso, Angelo Priori, Antonio Ozaí da Silva, Carlos Serra, Eliel Machado, Elisa Zwick, Eva Paulino Bueno, Henrique Rattner (in memoriam), Josimar Priori, Luiz Alberto Vianna Moniz Bandeira, Marcelo Gruman, Paulo Cunha, Raymundo de Lima, Renato Nunes Bittencourt, Roberto Barbato Jr., Rogério Cunha de Castro, Rosângela Praxedes e Walter Praxedes. Editor: Antonio Ozaí da Silva

palavrasecoisas.wordpress.com/

Comunicação, Subculturas. Redes Sociais. Música Digital. Sci-fi

Felinne Criações

Bastidores dos trabalhos, projetos, e vida Felinne ;)

Drunkwookieblog

Porque esperar pelo G.R.R Martin não dá

Lembrar ou Esquecer?

Depois de um tempo...

A CASA DE VIDRO.COM

Portal Cultural & Livraria Virtual. Plugando consciências no amplificador! Um projeto de Eduardo Carli de Moraes.

%d blogueiros gostam disto: